Skip to content

July 22, 2011

Protetores Solares Reprovados em Teste

 

Independente do verão, o protetor solar é um item essencial para todos os dias, especialmente em um país como o nosso. O problema é quando não funciona! O que? Isso mesmo!

A Pro-Teste Associação de Consumidores (Pro Teste) avaliou vários protetores (fator 30) e chegou a uma triste conclusão: oito das dez marcas avaliadas falham na eficácia. De maneira geral, os protetores L’Oréal Solar Expertise e o Cenoura & Bronze foram os que se saíram melhor na avaliação de eficiência do filtro solar.

Perdeu seu efeito protetor quando exposto ao calor. As marcas reprovadas foram consideradas fotoinstáveis e não mantiveram 80% da proteção inicial após uma hora de uso a uma temperatura de 40º (marcas reprovadas: Avon, Hélioblock, Nivea, Banana Boat e Sundown). A marca Coppertone tinha a informação que era fator de proteção 30 quando o teste mediu 25.

Não acusou o fator de proteção UVA. De acordo com a pesquisa, somente as marcas: L’Oréal Solar Expertise, Cenoura & Bronze e Natura tinham o fator de proteção UVA. O problema é que em todos os rótulos indicavam que havia esse tipo de proteção. No Brasil, a legislação não exige que tenha substâncias bloqueadoras dos raios UVA, mas a Pro Teste faz um apelo a partir dessa pesquisa para que a ANVISA passe a exigir isso. Você achou que acabou? Não!

Possuíam em sua composição benzophenone-3substância potencialmente cancerígena. Essa substância já é proibida em vários outros países. Três marcas não continham substância – L’Oréal Solar Expertise, Cenoura & Bronze e o Hélioblock da La Roche-Posay.

A pesquisa avaliou os seguintes aspectos: análise de rotulagem, composição, irritabilidade, hidratação, proteção, resistência a exposição solar e teste em uso. Como vocês podem ver, o teste foi bastante completo. Veja o quadro do teste (extraído da Folha de São Paulo).

Protetores Solares Reprovados

Protetores Solares Reprovados

Gente, protetor solar precisa funcionar de forma eficaz! O legal desse teste é ter considerado situações reais de uso, revelou que nem sempre o mais caro é o melhor e que as empresas de cosméticos precisam levar a sério os seus consumidores. Com certeza, esse teste vai provocar uma reviravolta nas vendas dos protetores solares no verão de 2010. Os consumidores estão cada vez mais exigentes e situações como essa fazem se descarte as marcas que não se adéquam ao seu bem estar. Hello! Proteção solar é essencial! Os riscos de câncer e o envelhecimento precoce estão aí!

As empresas precisam acordar e pensar no “business” como uma troca – elas lucram e os clientes ganham em qualidade!

A visão da Anvisa sobre a pesquisa da Pro-teste:

Esse teste realizado pela Pró-teste (depois de algum tempo e tanta polêmica) foi criticado e não considerado pela Anvisa por desconhecimento dos métodos utilizados, por nenhum membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia ter participado e por ser uma pesquisa sem rigor científico. Segundo a Anvisa, todo produto passa por testes antes de chegar ao consumidor.

Gente, esse teste causou tanta polêmica! Teve gente (inclusive eu) que jogou protetor solar fora! O consumidor fica com medo, mesmo depois da Anvisa desconsiderar essa pesquisa da Pró-teste. Por outro lado, deve-se pensar que a Anvisa possui profissionais capacitados e que nenhum produto é liberado sem testes de eficácia comprovados. Muitas vezes pensamos, em quem acreditar? Não é mesmo?

De qualquer forma, vale seguir dicas sobre proteção solar para aproveitar o verão de forma saudável para a pele.

Fonte dos dados da pesquisa:
Pró-teste
Folha (quadro)

 

Share your thoughts, post a comment.

(required)
(required)

Note: HTML is allowed. Your email address will never be published.

Subscribe to comments